Cenp-Meios revela que investimento em mídia no Brasil chegou a R$ 2,9 bi

Os dados são do primeiro trimestre do ano e mostram participação dos meios

07/06/2021


 
O investimento de mídia apurado pelo Conselho Executivo das Normas-Padrão (Cenp) no primeiro trimestre de 2021 soma cerca de R$ 2,9 bilhões. A liderança é da TV aberta (56,9%), seguida pela internet (23,3%), OOH (8,3%), TV por assinatura (5,6%), rádio (3,7%), jornal (1,7%) e revista (0,5%). O cinema aparece com percentual zerado, influência do distanciamento imposto pela pandemia da Covid-19, que ainda mantêm as salas de portas fechadas. Na internet, o display fica com a maior parte do bolo (54,8%). Na sequência vêm o segmento de social (27,5%), busca (8,8%), vídeo (8,5%) e áudio (0,3%).

Com 197 agências, o trabalho é acompanhado pelo CTCM, comitê técnico do Cenp-Meios, que reúne especialistas e representantes de anunciantes, agências e meios, criado para apoiar tecnicamente o Conselho Superior das Normas-Padrão, responsável pela implantação do sistema e seus desdobramentos. As informações fornecidas pelas agências se referem aos pedidos de inserção efetivamente executados pelos veículos, de forma consolidada por meio, período, região e estados, sem acesso a informações de cliente ou veículo.

O sistema é viabilizado graças ao compromisso das agências participantes e das empresas AdSolutions, Microuniverso, Publi, VBS, iClips e Operand. O desenvolvimento é da BST Soluções em Tecnologia, com investimentos do Cenp e mediante aprovação de suas entidades mantenedoras: Abap, Abert, ABMN, ABOOH, ABTA, Aner, ANJ, Central de Outdoor, Fenapex e Fenapro.

Reporter: Propmark - Mercado

Últimas notícias