Homem é preso acusado de operar rádio pirata no Paraná

(01/06) O sinal da rádio pirata interferia na TV e nos celulares da região, segundo relato de moradores.

Um homem foi preso no último final de semana suspeito de ser dono de uma rádio pirata na cidade de Adrianópolis, região metropolitana de Curitiba (PR).

A prisão foi feita por policiais civis após denúncias dos vizinhos, irritados com a interferência nos equipamentos eletrônicos causada pela rádio pirata.

Ao chegar ao local, os policiais comprovaram a denúncia e prenderam o suspeito em flagrante. O homem já havia sido denunciado pelo mesmo motivo. Mesmo com a rádio fechada, ele voltou a trabalhar no local. 

O sinal da rádio pirata interferia na TV e nos celulares da região, segundo relato de moradores. O responsável vai responder pelo crime de desenvolver clandestinamente atividade de comunicação. Se condenado, pode pegar de dois a quatro anos de reclusão, além de multa no valor de R$ 10 mil. 

Rádio pirata é crime. De acordo com a legislação, para ser executado, todo serviço de radiodifusão precisa antes ser outorgado pelo Ministério das Comunicações e depois autorizado a fazer o uso do espectro radioelétrico pela Anatel.

As rádios ilegais poluem o espectro e impedem ou reduzem a qualidade de áudio das emissoras legais. 

Fonte: Gazeta do Povo