Sustentabilidade e gestão da água foram temas do Almoço-Debate do LIDE SC

(22/10) Conselheiro da Klabin S.A, coordenadora de Políticas Públicas da Apremavi e coordenadora da Rede das Águas da Fundação SOS Mata Atlântica apresentaram o tema

O Almoço-Debate SUSTENTABILIDADE promovido pelo LIDE SANTA CATARINA trouxe para Florianópolis o tema “O desafio das águas nas grandes metrópoles” nesta terça-feira, 21 de outubro. O encontro reuniu Roberto Klabin, membro do Conselho de Administração da Klabin S.A e presidente do LIDE Sustentabilidade, Miriam Prochnow, coordenadora de Políticas Públicas da Apremavi e Maria Luisa Ribeiro, coordenadora da Rede das Águas da Fundação SOS Mata Atlântica, que ao lado de Wilfredo Gomes, presidente do LIDE SANTA CATARINA, compuseram a mesa do debate do evento.

Para abrir a palestra Roberto Klabin destacou que o sucesso da discussão do tema passa pelo envolvimento e a conscientização a respeito das grandes mudanças que precisam ser feitas nas empresas e na vida das pessoas para resultados positivos sejam conquistados. "O Brasil é o quarto país que mais consome água no mundo, só perde para China, Índia e Estados Unidos, e a sociedade aqui não tem o hábito de planejar as ações que envolvem uso da água . Está na hora de sair da zona de conforto", alerta o empresário.

A jornalista especializada no assunto, Maria Luisa Ribeiro, apresentou o caso vivido pela cidade de São Paulo que, atualmente, precisa importar água de outras localidades para abastecer a região. "Vivemos um caso de disputa de água para vários usos, ela é o recurso natural que mais impacta a vida das pessoas, desde o abastecimento de casa até reflexo no valor da produção de alimentos que modificam os índices da cesta básica", contextualiza a especialista. Garantir a quantidade e a qualidade da água para os grandes centros urbanos é um desafio. A região de São Paulo importa a matéria prima pura e exporta poluição, e, segundo Maria Luisa, é esse modelo de consumo que precisa ser modificado.

Uma das alternativas para reverter o atual quadro é investir na preservação ambiental e frear o desmatamento, uma vez que ocupação irregular causa poluição, o que compromete a qualidade do recurso. O cuidado com as nascentes e mananciais dos rios também deve ter atenção especial, pois são as fontes de todo abastecimento.

Citando casos de responsabilidade ambiental, Miriam Prochnow, coordenadora de Políticas Públicas da Associação de Preservação do Meio Ambiente e da Vida (Apremavi), apresentou o case da Klabin, empresa produtora e exportadora de produtos em papéis e embalagens industriais que tem um sistema de gestão ambiental certificado pela ISO 14001 e ampara sua Política de Sustentabilidade no conceito 3Rs (Reduzir, Reutilizar e Reciclar), expressando o compromisso com a conservação dos recursos naturais e redução constante do uso de recursos não-renováveis, principalmente a água. A Klabin prioriza ações para aperfeiçoar, controlar e monitorar os impactos de suas operações sobre o meio ambiente, com isso desenvolve programas de reflorestamento, proteção da biodiversidade e promove ainda a criação das RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural) que são unidades de conservação permanente previstas em lei, criada em áreas privadas com o objetivo de contribuir para o manejo sustentável de matas nativas e a manutenção da biodiversidade.

O evento, realizado pela primeira vez no espaço da Mostra Casa&Cia, exposição de arquitetura e decoração realizada pelo Diário Catarinense na área anexa ao Primavera Garden, na SC-401, teve ainda a participação das lideranças empresariais através de perguntas sobre o tema que foram respondidas pelos palestrantes. O empresário Wilfredo Gomes salientou a importância do debate sobre o assunto que precisa, mais do que nunca, entrar na pauta da sociedade.

Sobre o LIDE

Fundado em junho de 2003, o LIDE - Grupo de Líderes Empresariais possui dez anos de atuação. Atualmente, são mais de 1.620 empresas filiadas no Brasil, que representam mais de 52% do PIB privado brasileiro. O objetivo do Grupo é difundir e fortalecer os princípios éticos de governança corporativa no Brasil, promover e incentivar as relações empresariais e sensibilizar o apoio privado para projetos sociais. Para isso, são realizados inúmeros eventos ao longo do ano, promovendo a integração entre empresas, organizações, entidades privadas e representantes do poder público, por meio de debates, seminários e fóruns de negócios.

Atualmente, o Grupo conta com Unidades Regionais, Internacionais e Setoriais, presente em 12 estados brasileiros.

Em Santa Catarina desde janeiro de 2013, o LIDE já conta com mais de 60 empresas filiadas no Estado, entre elas, Angeloni, DOT Digital Group, Guga Kuerten Participações, Multicorp, Portobello, Sebrae-SC, Taroii Investment, Intelbras, Ascensus Trading e Logist, Coan Gráfica, Diário Catarinense, Dudalina, Laranjeiras Operações Portuárias, Menezes Niebuhr Advogados Associados, Pedra Branca, CIASC, Distle, First S/A, Giacomelli Imóveis Ltda, Grupo Habitasul, J.A. Urbanismo, Jo Cintra Boutique Viagens, Makenji, Nexxera, Prosul, Royalpack, Selbetti, SPR Investimentos & Participações, Têxtil Renauxview S/A, Grupo RIC/SC, Librelato, Reason Tecnologia, Banco BTG Pactual, Hotel Majestic Palace, SICOOB, Somma Investimentos, Unimed Grande Florianópolis, Alamo Construtora, Estaleiro Schaefer Yatchs, Oi, Villaggio Grando Boutique Winery, All Entretenimento, Butzke, Copobrás, Zen S.A, Albany International, Cremer S/A, Dimas, FIESC, Tractebel, Plasvale Indústria Plástica, Circulo S/A, SBT, Lince, Guepardo, Almeida Junior, Gabriela Calçados, Multimoney, Hertz Rent a Car, Credit Suisse Brasil e OneWG.

Entre os critérios para filiar-se ao LIDE SANTA CATARINA estão: ser uma empresa líder em seu segmento, praticar a governança corporativa, ter pelo menos um programa de apoio constante no terceiro setor e projetos associados ao meio ambiente.

Comitê de Gestão LIDE SANTA CATARINA:

Presidente LIDE SANTA CATARINA - Wilfredo Gomes

Vice-presidente LIDE SANTA CATARINA - José Netto

Varejo e Comércio - José Augusto Fretta (Angeloni);

Tecnologia e Inovação - Jorge Freitas (Intelbras);

Governo e Serviços - Guilherme Zigelli (Sebrae/SC);

Indústria - Cesar Gomes (Portobello);

Sustentabilidade - Paulo Bornhausen;

Mulher - Sonia Hess de Souza (Dudalina);

Agronegócio - Maurício Grando (Villaggio Grando);

Turismo - Nicolas Peluffo (Ponta dos Ganchos Resort);

Comunicação e Marketing - Alexandre Fernandes;

Esporte - Rafael Kuerten (Grupo Guga Kuerten);

Educação e Mundo Digital - Luiz Alberto Ferla (Dot Digital Group);

Futuro - José Carlos Trossini (Taroii Empreendimentos)

                         

                Wilfredo Gomes, Miriam Prochnow, Malu Ribeiro, Roberto Klabin

Fonte: Ana Paula Gonçalves - Estrutura de Comunicação