[Novo Horário] SC vai receber mutirão para agilizar a Migração AM-FM

(09/02) Evento está programado para o dia 17 de fevereiro, às 09h30, e terá a presença do ministro Gilberto Kassab e da secretária do MCTIC, Vanda Bonna Nogueira

O Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC vai realizar mutirões estaduais para agilizar o processo de Migração das rádios do AM para o FM. Santa Catarina será o primeiro estado do Brasil a receber os representantes do ministério. O evento está programado para o dia 17 de fevereiro, às 09h30, no teatro Pedro Ivo Campos, em Florianópolis.

A solenidade terá a presença do ministro Gilberto Kassab, da secretária de comunicação eletrônica do MCTIC, Vanda Bonna Nogueira e do governador Raimundo Colombo. No ato, serão assinados os termos aditivos ao contrato de adaptação de outorga de 15 emissoras catarinenses. (Veja a relação abaixo)

“Para Santa Catarina é um privilégio ser contemplada com a presença do excelentíssimo Ministro Kassab e da Dra. Vanda nesse esforço concentrado em prol da migração do AM. Reconhecemos o empenho do ministério em tornar a migração uma realidade para o maior número possível de emissoras”, afirma o presidente da ACAERT, Marcello Corrêa Petrelli. 

A partir da publicação da assinatura no Diário Oficial da União - DOU, começam a contar os prazos para a migração.  O primeiro passo é pagar o boleto de adaptação de outorga e apresentar o projeto de instalação, que precisa ser aprovado pela ANATEL. Tendo essa autorização, o radiodifusor pode iniciar a compra e instalação de equipamentos. Com o novo parque transmissor instalado e pronto para entrar em operação, a emissora deve pedir uma autorização nova de funcionamento na ANATEL, que também precisa ser publicada no DOU. Após a publicação, inicia o prazo de seis meses em que a emissora pode transmitir a programação em simulcasting – tanto em AM como em FM – informando aos ouvintes o novo dial e o fim das transmissões em ondas médias. Vencido o prazo, o canal deve ser devolvido à União.

“A ACAERT se sente prestigiada por ser a pioneira nesse processo, temos certeza que essa escolha está associada ao nosso profissionalismo, competência e exemplo de organização”, destaca Petrelli.   

Migração em SC

Mais de 100 emissoras de Santa Catarina solicitaram a Migração do AM para o FM. 40 delas estão contempladas no primeiro lote, ou seja, não precisam do dial estendido. Diversas emissoras catarinenses já estão operando em FM, outras aguardam apenas a publicação da autorização da Anatel no Diário Oficial da União. No dia 7 de novembro de 2016, 20 emissoras de Santa Catarina foram autorizadas a iniciar o processo de migração. Pouco mais de 60 rádios precisarão aguardar o desligamento da TV analógica – e a liberação dos canais 5 e 6 – para poder migrar no FM estendido. Para saber mais, clique AQUI

Fonte: ACAERT