Pesquisadores lançam guia gratuito para a mídia no combate à Covid-19

(13/04) Professores Luiz Artur Ferraretto e Fernando Morgado produziram um e-book com dicas práticas para enfrentar a crise do COVID - 19

Uma pandemia como a de Covid-19 exige estratégias para o combate à crise em si e para a comunicação a respeito desse processo. Pensando na atuação da mídia durante e após o confinamento social, os professores Luiz Artur Ferraretto, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), de Porto Alegre, e Fernando Morgado, das Faculdades Integradas Hélio Alonso (Facha), do Rio de Janeiro, produziram o e-book Covid-19 e comunicação, um guia prático para enfrentar a crise. A obra pode ser baixada gratuitamente no site do Núcleo de Estudos de Rádio da UFRGS – https://nerufrgs.blogspot.com/ – ou diretamente no link: http://bit.ly/guianer. Com 62 páginas, o material foi planejado para ser visualizado com facilidade na tela de um celular e de outros dispositivos móveis.

Baseado nas recomendações da Organização Mundial da Saúde para o combate à pandemia, o e-book parte da ideia de que todos os meios devem apoiar a sociedade neste momento. Representa um esforço conjunto dos integrantes do NER da UFRGS no sentido de extrapolar seu foco de estudo original em um momento que exige uma visão ampla, colaborativa e integrada de todos os protagonistas da comunicação. O NER é um grupo certificado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), órgão ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações do governo do Brasil. Foi criado em 2017, dentro do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFRGS. Tem como coordenador Luiz Artur Ferraretto e, como seu adjunto, Fernando Morgado.

O NER acredita que a pandemia só pode ser combatida por um esforço transnacional. Com seus direitos de uso totalmente liberados desde que citada a fonte, o e-book foi planejado para estar disponível também em versões em espanhol, francês e inglês, ambas em fase de produção, além da que já está disponibilizada em português. Caso os pesquisadores do grupo verifiquem alterações significativas no futuro, pretendem fazer revisões no material, disponibilizando novas edições durante e após o confinamento social.

Fonte: Divulgação