Horário de verão chega ao fim no próximo domingo

(16/02) Emissoras AM devem ficar atentas à redução de potência após a mudança

Os moradores de Santa Catarina precisam atrasar o relógio em uma hora, a partir da 0h de domingo (19), quando termina o horário de verão. As rádios catarinenses também precisam se adequar ao novo horário para redução de potência, que muda de acordo com o período do ano e o horário oficial da Brasília. 

Desta forma as emissoras de Onda Média (AM), que fazem a redução de potência devem se adequar e observar se a programação (muitas vezes automatizada) de redução estará sendo feita corretamente.

A determinação está na Resolução nº 116, de 1999, da ANATEL.

Em relação ao programa Voz do Brasil, as emissoras de rádio deverão manter a transmissão às 19h do horário local. 

Economia

Com a diminuição do consumo de energia elétrica no horário de pico (das 18h às 21h) e o maior aproveitamento da luz solar durante o período em que a mudança do horário foi adotada, o governo prevê uma economia de R$ 147,5 milhões. No último horário de verão, de 2015/2016, o governo registrou uma economia de R$ 162 milhões. A mudança de horário é adotada no Brasil desde 1931.

Fonte: ACAERT com informações da ABERT