Emissoras de Rádio promovem e apoiam campanhas sociais durante a pandemia

(16/04) Iniciativas beneficiam desde a população carente até o consumo do comércio local

 

A mobilização social sempre esteve no dna do rádio. Em Santa Catarina, atuou na integração do estado e é protagonista no desenvolvimento social e econômico regional. Esteve presente em todos os momentos difíceis dos catarinenses, como as tragédias climáticas, por exemplo. E agora durante a pandemia do novo coronavírus não poderia ser diferente. O distanciamento social acabou afetando principalmente a camada mais carente da sociedade. Várias emissoras não ficaram de braços cruzados e criaram ou apoiaram iniciativas para atender a população mais vulnerável.

É o caso da Rádio Cultura, de Campos Novos. Em parceria com o Rotary Club e a Casa da Amizade, a emissora lançou a campanha “Cultura do bem”, que arrecadou 12 mil quilos de alimentos, além de materiais de higiene e limpeza em 10 dias, beneficiando 450 famílias.  “Essas famílias são de pessoas que estão na informalidade ou são autônomas que, por causa da quarentena, pararam de trabalhar. E as outras são desempregadas”, informa a jornalista da emissora, Rosely Rossi.

A Rádio Nevasca, de São Joaquim, também mobilizou os ouvintes de toda região serrana para arrecadar cestas básica para famílias carentes. "A meta é arrecadas 1 mil cestas básicas que serão entregues no dia 23 de abril. As famílias já estão cadastradas”, detalhou o repórter Alencar de Liz Macedo.

Em Xaxim, a Rádio Cultura apoiou a campanha social da Igreja Matriz São Luiz Gonzaga, clubes de serviços e supermercados. “Desde o final de março estamos arrecadando alimentos e produtos de limpeza e higiene para famílias carentes que normalmente já passam por dificuldades. Até o momento, já foram arrecadados 4 toneladas e meia de alimentos”, explica o jornalista Álvaro Busetto.

Em Joaçaba, a mobilização foi para arrecadar alimentos e máscaras. O diretor das Rádios Catarinense, Band FM e Antena 100, Nelson Paulo, disse que as emissoras apoiaram as diversas campanhas de iniciativa das entidades de serviço do município.

- Comércio - Mas não é só a população mais carente que necessita de solidariedade em época de pandemia do covid-19. Na área econômica, muitas emissoras criaram campanhas para incentivar o consumo no comércio local. Um dos exemplos é a rádio Fraiburgo, que veiculou uma série de spots.

A diretora da emissora, Neliege Pagnussat Souza ressaltou a importância da parceria com a Associação Comercial e CDL do município. “Neste momento estamos mais unidos, pensando em ações para amenizar os impactos que, de alguma forma, atingem a todos”.

Já em Cunha Porã, as Rádios Iracema e Morada não só veicularam campanha de incentivo ao comércio local, como também a necessidade de negociar as dívidas. “Precisamos lembrar as pessoas que agora, mais do que nunca, é preciso ter responsabilidade com pagamentos”, defende a diretora das emissoras, Elizângela Schaffazzick.

Desde o dia 09 de abril, a RBV Rádios, com emissoras em Videira, Tangará, Caçador, Capinzal e Canoinhas, vem promovendo o consumo do comércio da Região. “Acreditamos na força da abrangência do rádio em nossa região. O objetivo das emissoras é levar informação, entretenimento e divulgar s produtos dos nossos clientes. O papel do rádio é ficar ao lado de quem mais precisa”, afirma a gerente das emissoras, Kelly Dandolini.

Fonte: Marco Aurélio Gomes RNA/ Florianópolis

Áudio:

Loading the player...

Tempo: 04m55s